Herbarium #001 – Mandacaru (Cereus jamacaru)

Mandacaru quando “fulora” na seca / É o sinal que a chuva chega no sertão“, ai magina se eu não ai aproveitar este verso pra começar a falar do meu querido cactus rei do jardim! Porque cada planta que chegou ou brotou aqui em casa tem uma história, a do mandacaru não poderia ficar para trás e precisava marcar o número #001 deste herbarium. Este post inicia o inventário de espécies que temos aqui no nosso pretenso jardim inglês. Compramos a casa em março de 2009, o pátio todo cimentado, restando dois vasos das proprietárias anteriores (muito obrigada, gurias!) e algumas jardineiras sob as janelas.

Em tempos de aridez, compondo a exposição Cabeça de Frade no Festival de Inverno de Maria da Fé de mil novecentos e antigamente
Em tempos de aridez, compondo a exposição Cabeça de Frade no Festival de Inverno de Maria da Fé de mil novecentos e antigamente

Mas e pode cactus num jardim inglês?? Aqui, sendo o meu, e eu resolvi que assim seria, puóode. E se você quer saber que viagem história é essa de Herbarium, pode começar a se situar clicando aqui.

pp
Mandacaru (Cereus jamacaru)

O mandacaru (Cereus jamacaru) é uma espécie vegetal originária da caatinga, este bioma brasileiro maravilhoso e único no mundo! O meu não negou a raça, filhote de um pedaço que ganhei de minha amiga Carmelita quando nós morávamos na Bahia (sim, moramos por três lindos anos na Bahia, e só posso dizer que foi massa!), este bravo e forte guerreiro acabou sendo a única planta que consegui trazer na mudança.

ppppp
A flor do mandacaru, ainda fechada

Significa que o cabra atravessou dois estados, suportou três meses num depósito escuro, plantado neste vaso (que na verdade é um balde, né! abafa), sem que ninguém o aguasse, nem desse carinho, nem conversasse com ele, oh dó. Mas chegou aqui junto com a mudança, foi colocado em pleno sol e em menos de três meses já estava adaptado, florescendo na nova morada e nos oferecendo o perfume de uma noite só.

10 mandacaru1 (2)
A flor abre na madrugada e fecha ao amanhecer, uma única vez

Durante estes sete anos, o cactus continua aguentando no mesmo balde ordinário, chegou a dar floradas de duas flores, mas anda florescendo com menos frequência ultimamente. Esse ano parece, não sei ao certo, ouvi falar, tudo indica que, as coisas mudarão e ele ganhará terra firme e uma porteira para chamar de sua. Não sem antes, deixar seu herdeiro no jardim inglês, of course! Mas me conta, o quão longe você já transportou uma planta? E outra, tem paixão por cactáceas rolando aí?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *