Ávila

Ávila é daquelas cidades que te fazem entender o sentido e o valor do silêncio. Andar por suas ruelas é um chamado à introspecção.

É um passeio de curta distância a partir de Madrid, indicado por diversos blogs de viagem. Nós seguimos especialmente as dicas de Hoje Conhecemos, da Patricia de Camargo do Turomaquia e do Ricardo Freire do Viaje na Viagem.

Muitos indicam ir de trem, mas como nos é peculiar, e foi condução quase oficial nesta viagem mochilão, resolvemos ir de ônibus e usamos Ávila como uma parada no meio do caminho entre Madri e Salamanca. Chegamos na rodoviária, que lá é Estación de Autobuses, deixamos as mochilas no guarda volumes e bora bater perna!

120720133938

Depois de um role básico visitamos as muralhas, horário do meio dia, sol a pino, digamos que foi meio punk, recomendo escolher melhor hora. De toda maneira, não deixou de ser imensamente lindo! Nunca imaginei a extensão imensa que as muralhas tem!
120720133983

120720133960.jpg120720133962120720133966

120720133967.jpg120720133979.jpg120720133950A cidade é linda, silenciosa, um cenário pronto. É também conhecida por ter sido lar de Santa Teresa de Ávila.

120720133944
A casa de Santa Teresa de Ávila em Ávila.

Parece ter restaurantes charmosos. A gente queria comer num lugar peculiar, então entramos num restaurante com cara de familiar, mas o atendimento inicial foi bem tosco, de maneira que preferimos seguir andando…

Acabamos comendo já na saída, perto da Estación de Autobuses, num bar bem nada a ver pouco emblemático. Sanduíche, suco, conversamos com o tio do bar sobre a Copa no Brasil, ele elogiou nosso país, as políticas sociais (ahãm!!!!), agradecemos, despedimo-nos e seguimos viagem.

120720133994No ônibus avistamos a visão inteira das muralhas e partimos agradecidos por ter estado neste lugar. E assim foi nossa rápida passagem por Ávila! Semana que vem eu conto como foram os dois dias em Salamanca. Beijins!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *