Como organizar uma festa caseira infantil, ou qualquer outra.

Esse vai engatilhado na sequência da Festa de um ano da Lorena, pra não perder o fio da meada e ficar mais fácil de eu mesma me achar na hora que for precisar tudo de novo ano após ano (não te falei que este blog serve pra isso também? Memorabilia, blogterapia, uma hora a gente desenvolve o assunto). Eu sou mãe de primeira viagem (e das t…

De garrafas cortadas a vasos pendurados

Guardei garrafas vazias de Johnnie Walker durante anos (don't ask me why). Antes de ir morar na Bahia (sua linda! um beijo! te amo!) mandei cortá-las em alturas diversas. Na época eu achei que ia sair barato, mas lembro que gastei um dinheirão no total, porque eram sei lá, umas trinta garrafas. Imaginava fazer castiçais, ou vasos, ou sabe-se l…

O primeiro aniversário da filha… ou como não pirei, nem me rendi aos bichos de isopor.

Em abril minha filha completou um ano. Acompanhar o crescimento (tão rápido, é mesmo verdade!), o desenvolvimento e as fases cognitivas de um ser humano é realmente algo mágico de se viver. A gente repete todos os chavões no maior amor (e às vezes sem nem se dar conta), chora no primeiro passo, baba no primeiro sorriso, vai duzentas vezes no…